sábado, 9 de junho de 2012

DECISÃO DA VOTAÇÃO DE ASSEMBLEIA DE PAIS

Assembleia realizada no dia 9 de junho de 2012, ficou decidido por votação:

1. TODAS AS MENSALIDADES DO ANO PASSADO EM ATRASO DEVERAM SER PAGAS, NÃO HAVENDO O PERDÃO DA DIVIDA, FICANDO ELA VINCULADA Há ESSE ANO.

2. TODOS OS JOVENS PAGAM MENSALIDADE INCLUSIVE FILHOS DE CHEFES.

3. CUMPRA-SE O REGIMENTO INTERNO.

4. Nº 11 reclamações e sugestões de qualquer natureza deverão ser encaminhados a Diretoria por escrito, para serem analisadas em reunião mensal, e a todos será dada ciência das decisões tomadas.

5. nº24 a participação dos jovens nas atividades externas, fica vinculada ao registro anual da UEB e ás obrigações com as mensalidades em dia, havendo tolerância máxima de três mensalidades atrasadas.;

6. nº 30 todos os membros juvenis pagam taxa de mensalidade;

7. Nº36º o grupo passará a arcar com o custo dos distintivos especiais, progressão e atividades “desde que o jovem esteja em dia com as mensalidades.”

quarta-feira, 23 de maio de 2012

ASSEMBLEIA

CONVOCAÇÃO

CONVOCO TODOS OS PAIS PARA UMA ASSEMBLEIA DO GRUPO ESCOTEIRO SUZANO  QUE SERÁ REALIZADO NO DIA 09 DE JUNHO DE 2012 AS 14:00.

CONTO COM A PRESENÇA DE TODOS.

SAPSMP.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

DESAT 2012

E chega o Desat 2012 – em sua terceira edição, o Desafio Escoteiro e Sênior do Alto Tietê vem para criar uma competição escoteira da melhor qualidade.
Dia 21 e 22 de Abril, no Recanto Amanhecer
Estrada Santa Luzia, 9207 - Clube dos Oficiais  - SUZANO (ao lado do Magic City)
Final da Estrada do Koyama em Suzano - OBS.: Entrada pela Rodovia Índio Tibiriçá
Não fique fora dessa, e faça já sua inscrição

Quem Participa: Escoteiros e Seniores devidamente registrados na UEB.Para o evento as patrulhas deverão vir montadas(mais informações em circular sobre o assunto).

Taxa de inscrição do DESAT2012:
O valor da inscrição é de R$ 40,00 com direito a:
Alimentação*
Certificado e Distintivo Oficial do Evento.
Participação em todas as atividades programadas.



CURSO DE PREVENÇAO A INCÊNDIO

INSCRIÇÕES ATÉ DIA 14/04.

DIA COM ESCOTEIRO

DIA 14/04 TEREMOS ATIVIDADE NO TENIS CLUBE , SAIDA DA SEDE AS 8:00HR.

APRENDER FAZENDO

1º ACAMPAMENTO DO GRUPO ESCOTEIRO SUZANO.

NÃO FIQUE DE FORA, VENHA PARTICIPAR.

quinta-feira, 29 de março de 2012

PARQUE ECOLOGICO

SÁBADO ATIVIDADE NO PARQUE ECOLÓGICO DE MOGI DAS CRUZES.


SAÍDA DA SEDE AS 7:40 HR 
RETORNO AS 17:00HR


LEVAR LANCHE PARA O DIA.

GRUPO PADRÃO OURO

NOSSO PRESIDENTE DO GRUPO MAURI, ESTEVE ESSE FINAL DE SEMANA NO CONGRESSO REGIONAL RECEBENDO O NOSSO TROFEU DE GRUPO PADRÃO OURO.

PARABÉNS A TODOS QUE CONTRIBUÍRAM.

NOSSO GRATO, GRATO GRATISSIMO.

quarta-feira, 21 de março de 2012

CAMPANHA DO AGASALHO

SABADO VAMOS DAR INICIO AS NOSSAS ATIVIDADES SOCIAIS.


OS SÊNIOR E GUIAS ESTARÃO REALIZANDO A CAMPANHA DO AGASALHO JUNTO COM O TIRO DE GUERRA DE SUZANO.


AJUDE-NOS FAZENDO UMA DOAÇÃO DE ROUPA EM BOM ESTADO.


OBRIGADO E ATÉ SABADO.


SAPS.

segunda-feira, 19 de março de 2012

ESCOTEIRO DA PATRIA

                                         PARABÉNS ANTONIO CARLOS SYLVIO FILHO

1º ESCOTEIRO DA PÁTRIA DO 37º GRUPO ESCOTEIRO COM SEUS 2 ANOS DE EXISTENCIA.

PROMESSAS

                                                 PROMESSA DA CHEFE SANDRA
                                                PROMESSA DO LOBINHO FELIPE

PARABENS AOS NOVOS INTEGRANTES DESSA GRANDE FAMILIA!!!

quinta-feira, 8 de março de 2012

PROERD

ESSE SABADO TEMOS ATIVIDADE COM PROERD
PALESTRA NO BATALHÃO, PARA ESCOTEIROS E SENIOR.

ABRAÇOS E ESPERO VCS.

SAPS.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

GRUPO ESCOTEIRO SUZANO

O Grupo Escoteiro 37º Suzano, esta situado a rua Pedro Simens, s/n Parque Maxffer.

Nossas atividades são todos os sábados das 13:30 as 16:30.

venha fazer parte dessa grande familia.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

REPORTAGEM


Sex, 24 de Fevereiro de 2012 14:10

Em Suzano Grupo Escoteiro Padrão Modalidade OURO

Written by  Evaldo Designer
Rate this item
(0 votes)
Em Suzano Grupo Escoteiro Padrão Modalidade Prata


No dia 23 de fevereiro de 2012, o recém criado 37º Grupo Escoteiro Suzano,  localizado na cidade de Suzano, Estado-Membro São Paulo, alcançou as metas disciplinadas pela União Brasileira dos Escoteiros – UEB e galgou o título de Grupo Escoteiro Padrão Modalidade Prata. A Certificação de Grupo Padrão é um prêmio de reconhecimento anual para os Grupos Escoteiros que alcancem um padrão mínimo de qualidade nas áreas de Administração, Crescimento de Efetivo, Formação de Adultos, Aplicação do Método Escoteiro, Participação na Comunidade, Divulgação do Movimento Escoteiro e Realização de Atividades. Quando o Grupo Escoteiro alcança a Certificação de Grupo Padrão, junto com outros instrumentos, tal mérito vai:
Auxiliar no estabelecimento de metas de crescimento e padrões de desenvolvimento;
Facilitar a identificação de dificuldades que impedem o desenvolvimento qualitativo e quantitativo do Grupo Escoteiro;
Agregar pessoas e somar esforços para realizar ações e atingir metas;
Criar um histórico do Grupo Escoteiro; e
Oferecer à UEB informações importantes sobre atividades realizadas pelos Grupos Escoteiros as quais ajudam a compor relatórios legais da instituição e identificar possíveis formas de auxílio aos Grupos Escoteiros.
De uma forma geral o título demonstra que o Grupo Escoteiro atingiu as metas de Qualidade Total, uma espécie de ISO 9000.
O 37º Grupo Escoteiro Suzano se reúne aos sábados das 13h30 as 17h00, no Parque Max Feffer, em Suzano, congrega cerca de 100 jovens distribuídos entre Lobos(6,5 a 10 anos); Escoteiros(10,5 a 14 anos), Seniors(14,5 a 18 anos) e Pioneiros(18 aos 21 anos), todos os Chefes são voluntários e é atualmente presidido pelo Chefe Creimauri Chacon.
Fazem parte da Chefia os seguintes voluntários:
Ch Adm Milene Chacon; Akelá Soraia e Baloo Jorge; Ch Maggaiver, Ch Webster, Ch Caco; Ch “W”, Ch Zilah, Ch Damiana, Ch Claudio, Mestre Mayara, entre outros

Carlos Alberto de Sousa, Chefe Ramo Senior, 37GE Suzano

GRUPO PADRÃO OURO.


A Certificação de Grupo Padrão é um prêmio de reconhecimento anual para os
 Grupos Escoteiros que alcancem um padrão mínimo de qualidade nas áreas de
 Administração, Crescimento de Efetivo, Formação de Adultos, Aplicação do
 Método Escoteiro, Participação na Comunidade, Divulgação do Movimento
 Escoteiro e Realização de Atividades.
                                              
                                             Parabéns 37 GE Suzano -
                                              
                                                             

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ATIVIDADE NO ETA

ATENÇAO:

ESCOTEIROS E SÊNIOR

SABADO DIA 11/02

ATIVIDADE NO ETA (SABESP)

SAIDA DA SEDE AS 13:30

QUEM NAO TIVER O UNIFORME, IR DE CAMISETA BRANCA.

ATÉ SABADO.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

MOMENTO SUZANO

DIA 4 DE FEVEREIRO SERÁ UM DIA MUITO, MUITO IMPORTANTE PARA O GRUPO.

PROMESSAS...
PASSAGENS...
LIZ DE OURO....
CERIMONIA DE CHEFIA...
CORTE DE HONRA...

E MUITO MAIS...

ATÉ SABADO.

SAPS!!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

RETORNO DAS ATIVIDADES

DIA 4  DE  FEVEREIRO, RETORNO DAS ATIVIDADES DO NOSSO GRUPO ESCOTEIRO, ESPERO POR VCS NA SEDE.

AS 13:30. ATÉ SABADO.

SAPS.!!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Entidades vão coroar ´Rei Negro´

Suzano
Matéria publicada em 19/11/11
Palmeiras
Entidades vão coroar ´Rei Negro´
A aldeia indígena "Lobo Velho Índios Karibokas", a Associação de Capoeira Príncipe da Angolinha e o 37º Grupo de Escoteiros de Suzano realizarão um evento hoje em homenagem à semana da Consciência Negra. Na ocasião, será realizada a cerimônia de coroação do suzanense Manuel Paixão, de 114 anos, que receberá o título de Rei Negro de Palmeiras. O violinista Robson Miguel também participará da festividade, às 9 horas, no Centro Cultural de Palmeiras.

De acordo com o organizador Marcos da Silva Marques, será um evento histórico, já que o último Rei Negro foi coroado em 1881, no quilombo de Jabaquara, em Mogi das Cruzes. "O senhor Manuel é suzanense, negro, e será homenageado como rei dos caminhos de Jeribatiba, como a região de Palmeiras e municípios vizinhos eram chamados antigamente", explicou. Segundo ele, a cerimônia será registrada pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.
 
"Teremos um evento oficial que homenageará também autoridades, mas sem qualquer ligação política. O objetivo é conceder títulos para aqueles que trabalham pela questão racial", acrescentou Marques. (C.M.)
 

Escoteiros atendem 100 jovens


Escoteiros atendem 100 jovens
Escotismo da cidade reúne todos os sábados crianças e adolescentes para atividades no Parque Max Feffer
Natália Ramos
De Suzano
Osvaldo Birke
http://www.diariodoaltotiete.com.br/edicoes/110424/m1104230740221.jpg
Escotismo: Formado há quase dois anos, grupo reúne crianças e adolescentes para realizar atividades educativas
Muito além da imagem dos escoteiros que vendem biscoitos de porta em porta retratados nos filmes americanos, os 100 integrantes do 37º Grupo de Escoteiros de Suzano aprendem desde criança hábitos de cidadania e respeito à família. Formado há quase dois anos, o escotismo da cidade reúne todos os sábados no Parque Municipal Max Feffer 100 crianças e jovens, de idade entre seis e 21 anos, das 13 h30 às 16h30, para realizar atividades educativas e exercícios em meio à natureza. 
De acordo com o diretor presidente do 37º Grupo de Escoteiros de Suzano, Ademilson de Souza Freire, o conjunto formado na cidade é baseado no movimento que existe na Inglaterra desde 1907. "É uma iniciativa que envolve educação extra-escolar, desenvolvido de forma atrativa, utilizando-se de aspirações naturais dentro da idade, com a finalidade de formar o caráter e cidadãos que sirvam à sociedade", explicou.

Os escoteiros mais jovens (6 a 11anos) são chamados de lobinhos. A denominação é originária de uma história britânica onde o herói é um "menino lobo", criado entre os habitantes da floresta. Nesta idade, os pequenos aprendem os valores do escotismo, hábitos de higiene, disciplina, habilidade física e mental por meio de atividades lúdicas.
 
Aos 11 anos, o lobinho passa para a escoteiro, onde irá fazer atividades voltadas às aventuras até completar 14 anos. Neste período, eles começam a desenvolver atividades voltadas ao conhecimento, quando passam a descobrir suas vocações. Aos 15, quando são classificados como sênior, o presidente do grupo acredita que predomina a vontade de se tornar independente.
 
"Nessa fase eles começam a acampar, aprender a fazer a própria comida, ajudar uns aos outros, isso faz com que se tornem mais independentes". Já na fase adulta, dos 18 aos 21 anos, são intelectualizados e preparados para treinar novos grupos.

Felipe Alabarce, de 16 anos, é um dos jovens que integram a equipe sênior do grupo em Suzano. Um dos alunos mais antigos do conjunto, ele diz que os ensinamentos dos escoteiros lhe prepararam para o mundo.
 
"Tornei-me muito mais organizado e disciplinado nos meus estudos. Como aqui lidamos muito com a natureza, decidi que vou estudar algo ligado à sustentabilidade. É a forma que encontrei em ajudar muitas pessoas com meu trabalho", disse o jovem.

Os interessados em integrar o grupo devem comparecer aos sábados no Parque Max Feffer, no Jardim Monte Cristo, em Suzano, das 13h30 às 16h30.

Desfile cívico celebra o aniversário da cidade


Poá
Matéria publicada em 27/03/11
62 anos
Desfile cívico celebra o aniversário da cidade
Aproximadamente de 2,5 mil alunos de escolas municipais e estaduais desfilaram na manhã de ontem para homenagear os 62 anos de Poá. 
Além das crianças, participaram do evento a Banda Regimental da Polícia Militar de Mogi das Cruzes, 37º Grupo de Escoteiros de Suzano, Polícia Militar Ambiental e Rodoviária de São Paulo, animais do canil da Guarda Civil de Santana do Parnaíba, além da Guarda Civil Municipal e Defesa Civil de Poá. O grupo de idosos do Cantinho da Melhor Idade e alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) também se apresentaram. Após o desfile, um bolo de 62 metros foi cortado para comemorar o aniversário da cidade. (C.M.)

Escoteiros pregam disciplina aos jovens

Diário de Suzano ed.: 8897 - 22 de maio de 2011

Quando morava em Lorena e as filhas, Ana Carolina e Vitória, ainda eram pequenas Ademilson de Souza Freire descobriu um grupo de escoteiros na cidade. A partir de então, passou a frequentar o grupo e logo virou um dos instrutores. Ao se mudar para Suzano decidiu organizar os escoteiros e hoje contabiliza cerca de 100 jovens e outros 20 adultos que atuam como “chefes”. Mais do que encontros entre jovens, o escotismo prega a auto-disciplina e o desenvolvimento das habilidades dos jovens.
Em Suzano, o grupo não tem perfil definido e a faixa etária vai dos 6 aos 18 anos. Todos os sábados eles têm um encontro marcado das 13h30 às 17 horas no Parque Municipal Max Feffer. Lá são realizadas atividades diversas e passeios que incluem conteúdo cultural e contato com a natureza. Confira a seguir trechos da entrevista:
DS – Os escoteiros existem há quanto tempo?
Freire – Existem há dois anos, mas estamos legalizando tudo agora, embora sejamos filiados ao Grupo Escoteiros do Brasil estamos legalizando o grupo no sentido de ter um CNPJ, uma pessoa jurídica mesmo, tudo direitinho. Nossa intenção é aumentar cada vez mais o número de garotos porque certamente eles vão fazer a diferença na vida dessa cidade. Nós os estimulamos a participar da vida social no sentido de construir coisas, de participar. Por exemplo, os garotos estavam participando da campanha do óleo, do agasalho. É esse o homem e a mulher que queremos, pessoas felizes, capazes que ajudam a construir alguma coisa boa, gente de bem, porque tão carente é a educação, falta de respeito um com o outro, tudo diferente do que a gente prega lá.
DS – Você já foi escoteiro quando criança? Como surgiu isso?
Freire – Eu morei em Lorena durante um tempo, quando fui para lá, minhas filhas eram pequenas e um dia vimos os escoteiros na praça em Lorena e ficamos encantados. Na semana seguinte já as levei no grupo e elas já participaram. Rapidamente, como eu me identifiquei com o grupo, com o movimento do escoteiro, com as características de moral, ética e disciplina, já comecei a trabalhar também como chefe. É um adulto que trabalha como chefe. Fiz os cursos, depois minha esposa passou em um concurso público em Suzano – e como lá é um pouco difícil de se ganhar a vida – viemos para cá e verificamos que aqui não tinha grupo de escoteiros. Essa era uma paixão nossa, todo sábado a gente falava: ‘puxa e agora? O que vamos fazer?” Já estava acostumado com aquele ritmo, todo final de semana com acampamento e o grupo mais próximo era Mogi. A gente falava: ‘puxa não é justo uma cidade tão grande como Suzano não ter um grupo de escoteiros”. No dia 5 de maio de 2009, iniciamos as atividades do grupo e em 8 de agosto de 2009 nós fundamos o grupo.
DS – Onde as pessoas podem encontrar vocês?
Freire – Agora nós estamos no Parque Max Feffer, que o secretário de Esporte, Fausto Pizzolato, nos cedeu gentilmente, e me parece que vai até construir um espaço para que nós fiquemos ali por tempo indeterminado. A história conta que os dois últimos clubes de escoteiros que existiam aqui deixaram de existir por falta de sede. Uma semana em um lugar, na outra no outro e as crianças não conseguiam firmar raízes, por isso fechou.
DS – Para o senhor que há tanto tempo lida com isso, qual é a principal missão do escotismo?
Freire – O propósito do escotismo, do movimento dos escoteiros, é fazer com que cada jovem assuma a responsabilidade pelo seu crescimento, pelo seu auto-aperfeiçoamento, ele vai crescer através de princípios, de métodos de jogos de acampamento, sendo um cidadão. Ele vai buscar sempre uma melhora contínua, dentro de casa, no movimento do escoteiro, na igreja que ele frequenta. Então, eu diria que o propósito do movimento do escoteiro é o aperfeiçoamento do jovem para que ele se torne bons cidadãos.
DS – E quais são essas atividades?
Freire – Essas atividades são técnicas, ou seja, ele aprende tecnicamente como fazer uma mesa, fazer uma cama, montar uma barraca, aprende como se guiar, ver horário através do sol, ver se vai chover. Aprende a trabalhar em equipe, a parte histórica, a gente viaja. Tem gente que quando ouve falar em movimento de escoteiro pensa que é só acampamento, a gente vai para o Playcenter, vai para museu, atividades onde eles possam tirar o máximo possível de proveito, atividades sempre em equipe, todos juntos. O escotismo é uma grande fraternidade, isso eu prego ao máximo. Somos irmãos, somos uns pelos outros. Tanto isso é verdade que já há vários exemplos dos nossos garotos do grupo com o símbolo do escoteiro – que é uma flor de lis -, eles vêm se abraçam e a gente exemplifica muito isso, a grande fraternidade mundial que é isso.
DS – No decorrer da vida, como isso pode influir na formação desse jovem?
Freire – O escotismo é muito disciplinado, tanto que ele tem uma descendência militar, e a disciplina que impera é a auto-disciplina. O garoto, a menina, vai ser auto-disciplinado não porque a gente obriga, mas porque ele sabe que aquilo vai ser bom para ele. Da mesma forma que o garoto sabe que se escovar os dentes vai ser bom para a saúde, ele sabe que se ele fizer uma boa ação aquilo vai sempre voltar para ele e para a sociedade.
DS – E influi na carreira?
Freire – Quando o garoto entra ele é monitorado. A gente vai verificando quais são as habilidades, os dons que ele tem latentes. Na casa, na escola ele não consegue se descobrir, então no movimento dos escoteiros tem uma coisa chamada especialidades. É onde o garoto tem a oportunidade de se expressar. Tem um monte de especialidades. Se o garoto gosta de informática, ele pode fazer um relatório, afinar alguma coisa nesse sentido. E ele ganha um distintivo que ele vai colando no uniforme. Ou ele gosta de cozinhar, de fazer bolo, ele também ganha distintivo. E nisso, nessa brincadeira, ele mesmo vai vendo a capacidade que ele tem. E uma das coisas que a gente preza no grupo de escoteiros é a auto-estima e isso é tudo que nos pais querem para os filhos. Uma pessoa com uma auto-estima boa é uma pessoa feliz, que tem uma mente aberta e que contribui de todas as formas com a sociedade.
DS – Como você vê o escotismo?
Freire– Vejo como uma ferramenta pedagógica feliz porque o garoto nem imagina que ele vai para lá, vai fazer a barraca dele, a cozinha dele ele está saindo de noite com uma lanterna no meio do mato, ele nem imagina que aquilo vai ser bom para ele. Ele está se descobrindo, ganhando auto-confiança para continuar a caminhada e a gente preserva muito a questão do garoto estar sempre alerta, fazer o melhor possível. Todos os pais comentam como os meninos estão estudando mais, não responde mais em casa, então a gente se sente útil também pelo trabalho que a gente faz.
http://www.diariodesuzano.com.br/noticia.php?id=258107

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

DIA 21 E 22 DE JANEIRO

1º ACAMPAMENTO MATEIRO DO ANO DISTRITAL.

VALE DO QUILOMBO SAÍDA 00:00 DA SEDE GE. SUZANO.

VOLTA PREVISTA 20:00 DO DIA 22 DE JANEIRO.